Curriculum Conferencistas

Abraão José Rodrigues Carneiro da Costa - Mestre em Animação Sociocultural  e Associativismo pela Universidade do Minho e Licenciado em Animação SocioEducativa com especialização em Desenvolvimento Local  pela Escola Superior de Educação de Coimbra tem uma vasta experiência humanitária internacional em países como a Síria, Cabo Verde, Perú, Turquia, entre outros. É Professor, Animador, Autor de mais de uma dezena de obras pedagógicas e de ficção e Coordenador de vários projetos internacionais de intervenção sociocultural, comunitária e educativa. Tem experiência sobretudo nas áreas da Animação Sociocultural, no trabalho com cidadãos com necessidades educativas especiais e portadores de deficiência, no Teatro Inclusivo, Expressão Corporal e Simbologia Grupal, metodologia que ajudou a formar e divulga um pouco por todo o mundo. É atualmente diretor dos Cursos Profissionais de Animação Sociocultural e Apoio Psicossocial  na Cooperativa de Ensino Didáxis. Leciona ou lecionou as disciplinas de Comunidade e Intervenção Social,  Área de Expressões e Animação sociocultural. É ainda docente de Técnicas de Animação e Acolhimento no Curso Profissional de Turismo Ambiental e Rural. Desempenha as funções de Secretário-Geral  e Coordenador Pedagógico em várias organizações não governamentais de caráter nacional e europeu, coordenando projetos internacionais de desenvolvimento local e intervenção comunitária. Salientasse o seu trabalho na PASEC - Plataforma de Ação Socioeducativa e Cultural, no Movimento Internacional de Apostolado de Adolescentes e Crianças e na Confederação Nacional de Ação Sobre o Trabalho Infantil. Conferencista em inúmeros congressos mundiais e europeus, as suas exposições são sobretudo dedicadas aos temas da Animação Sociocultural, Metodologias Participativas, Educação para a Cidadania e Participação Juvenil. Animador Socioeducativo de vários grupos juvenis e têm uma grande experiência na gestão de Dinâmicas e Trabalho em Rede de promoção do Protagonismo juvenil e Democracia Participativa. É formador da Agência Nacional para a Gestão do Programa Erasmus + - Juventude em Ação da União Europeia e entre outras responsabilidades coordenou Plano Nacional de Formação "Desporto e Juventude - aceita o Desafio".



Agostinho Diniz Gomes - Doutor em Investigación en Didácticas Especiais/Didáctica da Expressión Musical pela Universidade de Vigo, em 2007. É Professor Auxiliar na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Publicou 14 trabalhos em atas de eventos, possui 1 livro publicado. Possui 15 itens de produção técnica. Participou em 3 eventos no estrangeiro e 50 em Portugal. Orientou 2 teses de doutoramento e coorientou 1, orientou 40 dissertações de mestrado e coorientou 1, além de ter orientado 16 trabalhos de conclusão de curso de bach./licenciatura nas áreas de Ciências da Educação, Artes, Geografia Económica e Social e Outras Ciências Sociais. Recebeu 1 prémio e/ou homenagem. Entre 1985 e 2004 participou em 4 projetos de investigação, sendo que coordenou 1 destes. Atua nas áreas de Ciências Sociais com ênfase em Ciências da Educação e em Outras Ciências Sociais, e de Humanidades com ênfase em Artes.



Albino Viveiros - Licenciado em animação sociocultural pelo Instituto Politécnico de Beja - Escola Superior de Educação. Exerce funções como técnico superior de animação sociocultural na Câmara Municipal de Machico. Foi dirigente associativo na APDASC – Delegação Regional da Madeira e em outras estruturas associativas de âmbito regional e nacional. Atualmente é dirigente associativo na Associação Insular de Animação Sociocultural (AIASC). Tem artigos publicados em revistas com arbitragem científica e outras, com trabalhos que versão as questões da animação sociocultural e dos animadores, do património cultural e das políticas culturais.



Ana da Conceição de Jesus Fontes - licenciada em Animação Socioeducativa pela Escola Superior de Educação de Coimbra onde realizou também a pós-graduação em Educação de Adultos e Desenvolvimento Local. Frequenta o Programa Doutoral em Estudos Culturais promovido pela Universidade de Aveiro em parceria com a Universidade do Minho, desenvolvendo o seu estudo na área da terceira idade. Tem exercido funções de Animadora em Instituições ligadas à Terceira Idade, Formadora em Cursos de Educação e Formação de Adultos e Docente em escolas de Ensino Secundário e Superior Politécnico.Neste momento exerce funções docentes na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, ministrando conteúdos da sua área de formação. É ainda Coordenadora do Nodo de Portugal da Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural e secretária do Nodo de Leiria da mesma rede. Ao longo do seu percurso tem desempenhado vários cargos associativos e participado na organização de diversos eventos. Conta ainda com publicações na área da animação sociocultural.



Ana Vieira – Doutorada em Ciências da Educação, na área da Educação Social e Mediação Sociopedagógica e mestre em Ciências da Educação – História e Problemas Atuais da Educação pela UTAD- Universidade de Trás -os -Montes e Alto Douro.  É, atualmente, Professora Adjunta na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) do Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e investigadora Integrada do CICS.NOVA, polo do IPLeiria. Trabalhou em Portugal com Américo Peres, Professor agregado na UTAD, e em Espanha com José António Caride, professor catedrático na Universidade de Santiago de Compostela. A sua investigação incide sobre Mediação intercultural, Educação social, Mediação Sociopedagógica, Mediação sociocultural e Animação Sociocultural, Pedagogia Social, Trabalho Social e Indisciplina, áreas onde tem publicado em livros, revistas nacionais e estrangeiras, e onde tem desenvolvido comunicações que tem apresentado em congressos nacionais e internacionais.



António Manuel Rodrigues Ricardo Batista - Doutorando em Sociologia, área de especialização em Cultura, Conhecimento eEducação (FCSH,UNL). Mestrado em Sociologia, área de especialização em Conhecimento, Educação e Sociedade (FCSH,UNL). Licenciatura em Sociologia (ISCTE-IUL). Sociólogo no Gabinete Técnico da Fundação Monsenhor Alves Brás. Investigador/colaborador do CESNOVA – Centro de Estudos de Sociologia da Universidade Nova de Lisboa (grupo de trabalho: Mundos Sociais, Trajetórias e Mobilidades); Professor do ensino secundário profissional na Escola Profissional de Agentes de Serviço e Apoio Social.



Avelino Bento - Professor Coordenador Jubilado da Escola Superior de Educação do Instituto Superior Politécnico de Portalegre.  Actor - Encenador - Animador Cultural Professor de Educação, Animação, Arte e Cultura. Doutor em Ciências e Tecnologia da Comunicação, (especialização em Comunicação e Arte) pela Universidade de Aveiro. Foi aluno e bailarino da Escola de Dança Clássica e da Companhia de Bailados de Anna Mascolo. Foi co-fundador, com Mário Barradas e outros, do Centro Cultural de Évora em 1975, onde permaneceu durante 6 anos. Foi professor de Expressão Corporal e Dramática na Escola de Teatro do Centro Cultural de Évora. Encenou para a extinta Companhia Teatro do Semeador de Portalegre. Esteve ligado ao Teatro Politécnico de Portalegre onde encenou mais de uma dúzia de peças. É autor do livro “Teatro e Animação – outros percursos do desenvolvimento cultural local e regional” da Colibri. É autor do livro “O meu blogue deu-me o mundo – reflexões sobre Arte, Cultura, Educação” do Largo da Sé- IPP. Tem artigos e comunicações publicados em livros e revistas nacionais e internacionais, sobre Teatro, Expressão Dramática, Animação Sociocultural e Educação Artística.



Carla Cibele Figueiredo. Fez o Magistério Primário, é licenciada em Psicologia da Educação (ISPA), tendo ainda o mestrado em Relações Interculturais (UA) e o doutoramento em Educação (Universidade de Lisboa). Foi professora do 1º Ciclo, Técnica de Educação no Ministério da Educação (Instituto de Inovação Educacional) até 1999, ano em que transitou para a Escola Superior de Educação de Setúbal como docente do ensino superior. Está actualmente inserida no departamento de Ciências Sociais e Pedagogia, tem trabalhado na formação inicial e contínua de professores, educadores e animadores socioculturais, coordenando actualmente o curso de Animação e Intervenção Sociocultural. Tem feito vários projectos de formação, de investigação e de intervenção comunitária nas áreas da cidadania, multiculturalidade e das políticas educativas. Colabora com várias instituições e agências de avaliação, apoiando, como perita externa, desde 2009, as escolas inseridas em Territórios de Intervenção Prioritária (TEIP).

Carlos Alexandre dos Santos Costa - Curso de Mestrado em Ciências da Educação: Especialização em Animação Sociocultural (por concluir). Licenciatura em Animação Sociocultural. Bacharelato no Curso Superior de Animadores Socioculturais. Curso Tecnológico de Animação Social. Técnico Superior – Animador Sociocultural na Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, a exercer funções na Biblioteca Municipal Ferreira de Castro. Coordenador da Coleção “Animação Sociocultural” da LIVPSIC – Livraria da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Sócio fundador e Presidente da APDASC – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento da Animação Sociocultural. Delegado Regional do Centro da PASEC – Plataforma de Animadores SocioEducativos e Culturais. Ex-dirigente da RIA – Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural. Presidente do I Congresso Nacional de Animação Sociocultural “Profissão e Profissionalização dos Animadores”. Presidente do XIII Congresso Internacional de Animação Sociocultural: "Voluntariado e Cidadania Ativa". Presidente do XV Congresso Internacional de Animação Sociocultural: “Envelhecimento Ativo e Solidariedade entre Gerações”. Presidente do XXI Congresso Internacional de Animação Sociocultural “Cooperação, Desenvolvimento e Futuro”. Comunicações públicas em vários Congressos, Colóquios, Encontros, Jornadas, Conferências, Debates e Seminários sobre Animação Sociocultural realizados a nível nacional e internacional; Colaborador com vários artigos publicados nas revistas "Quadrns d' Animació i Educació Social", "Práticas de Animação" e "Animador Sociocultural: Revista Iberoamericana"



Deise Rodrigues Sartori - Pedagoga pela FMU, especialista em educação pela Universidade de São Paulo e em Gestão de Organizações do Terceiro Setor pela Universidade Mackenzie. Participou do programa de intercâmbio pela Universidade de São Paulo na Universidade de Reims, França no curso de Formação de Mestres. Atualmente gerencia o Centro de Desenvolvimento Comunitário, da Ação Comunitária do Brasil – São Paulo. Tem experiência no desenvolvimento de lideranças comunitárias, na aplicação do ABCD – Asset Based Community Development, formação de educadores sociais, articulação e gerenciamento de parcerias e avaliação de programas sociais, gestão de equipes; membro da comissão editorial das três últimas publicações da Ação Comunitária. É membro do Núcleo Brasil da Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural - RIA e participa do Grupo de Estudos em Educação não formal do Centro de Pesquisa e Formação do Serviço Social do Comércio - SESC/SP. 



Esaú Dinis  - Sociólogo. Foi Capelão Militar na Força Aérea, Animador Sociocultural, Operário, Professor do Ensino Superior (IESS PIO XII de Luanda, Universidade Autónoma de Lisboa,  Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa). Organizador de acções na área da Educação Permanente, nomeadamente: associativismo, animação sociocultural, desenvolvimento rural, animação na saúde…Fundador de diversos grupos e Associações de natureza social, cultural e educativa.



Eva  Corrêa  -  Doutorada em Educação pela Universidade Lusófona de Lisboa.    Mestrado em Criatividade Aplicada em Julho de 2002 pela Universidade de Santiago de Compostela. Licenciatura em Educação pela Arte em Julho de 1980 pelo Conservatório Nacional de Lisboa. Professor Coordenador do ISCE – atualmente responsável e docente das unidades curriculares (Licenciatura e Mestrado): Expressões Criativas Integradas, Didática das Expressões, Didática da Expressão Dramática, e Desenho, Desenvolvimento e Avaliação de Projetos. Coordenadora da Licenciatura em Animação Sociocultural do ISCE, e orientadora dos projetos finais de investigação deste curso. Membro da Comissão de Coordenação do Mestrado em Educação Pré-Escolar e da Comissão de Coordenação da Licenciatura em Ensino Básico. Coordenadora geral do CI-ISCE. Orientadora de relatórios finais do Mestrado em Educação Pré-Escolar, do Mestrado em Ensino do 1º ciclo, assim como de Teses de Mestrado em Supervisão Pedagógica e Formação de Professores. Arguente de várias Teses de Mestrado em Ciências da Educação; Supervisão Pedagógica e Formação de Professores; Educação Social - Intervenção com Crianças e Jovens em Risco. Publicações em Portugal e Espanha, nas áreas da Educação, Criatividade, Animação Sociocultural, Educação Artística e Expressões Integradas. Membro de várias comissões organizadoras e cientificas de congressos internacionais. Membro eleito do conselho científico ISCE – Odivelas. Áreas de investigação: Didática das Expressões; Expressões Criativas Integradas; Mediação em Animação Sociocultural e Metodologias criativas.



Fernanda Maria Barros da Cunha - Professora. Mestre em Ciências da Educação – Animação  Sociocultural, dirigente associativa nas Associações GEICE, Unhas do Diabo e A PONTE, autarca entre 2005 e 2013, formadora na área dos cabeçudos e animação sociocultural, atriz nos Grupos de Teatro Gacel da escola secundária de Ponte de Lima, Unhas do Diabo e TAL- Teatro Amador Limiano, Organizadora e gestora de Campos de Férias e Campos de Trabalho Voluntário Internacional.
Fernando Ilídio Ferreira - Professor Associado da Universidade do Minho, integrado no Departamento de Ciências Sociais da Educação do Instituto de Educação. É membro da Comissão Diretiva o Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC) (Unidade de I&D da FCT), no qual coordena o grupo de investigação “Contextos, quotidianos e bem-estar da criança”. Além da atividade académica, nas vertentes do ensino, da investigação e da interação com a sociedade, possui uma vasta experiência no âmbito do associativismo e da ação comunitária e sociocultural. É consultor de centros de formação e de escolas, nomeadamente, Territórios Educativos de Intervenção Prioritária. É autor de dezenas de livros, capítulos de livros e artigos publicados no país e no estrangeiro.



Helena Santana - Estudou Composição Musical na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto. Em 1998 obteve o grau de Docteur na Universidade de Paris-Sorbonne (Paris IV) defendendo a dissertação intitulada - “L’Orchestration chez Iannis Xenakis : L’espace et le rythme fonction du timbre”. Desde 2000, desempenha as funções de Professor Auxiliar no Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro leccionando diversas disciplinas nos cursos de Licenciatura em Ensino de Música e de Mestrado em Música. Pertence à unidade de Investigação – INET-md -, realizando diversa investigação no domínio da música contemporânea. Neste sentido, para além de diversos artigos editados como resultado da investigação que realiza em diversas revistas e actas de colóquios tanto nacionais como internacionais, é co-autora do livro, (semi)- BREVES. Notas sobre música do século XX, publicado pela Universidade de Aveiro, e autora do livro (In)EXISTÊNCIAS do SOM, publicado igualmente pela Universidade de Aveiro.



Isabel Filipe - Mestranda em Arte e Educação na UAberta – Universidade Aberta de Lisboa (2014-2016); Curso de Formação Pedagógica Inicial de Formadores – Certificado de Competências Pedagógicas (2012) pela ADjuvandum; Licenciatura em Animação Sociocultural (2010) pelo ISCE – Instituto Superior de Ciências Educativas de Odivelas; Frequência da Licenciatura em Educação Social (2010) no ISCE – Instituto Superior de Ciências Educativas de Odivelas; Curso Técnico Profissional de Bibliotecas, Arquivo e Documentação (1993) pela APBAD – Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas; Orientadora e Júri de Provas de Aptidão Profissional (PAP) nas áreas da Animação Sociocultural e Curso de Técnico de Apoio à Infância; Colaboração em publicações das áreas de Animação Sociocultural em Portugal e Espanha; Participação como oradora e membro de comissões organizadoras em vários congressos, seminários e conferências na área de Animação Sociocultural; Membro da Comissão Executiva do XXI Congresso Internacional de Animação Sociocultural: Cooperação, Desenvolvimento e Futuro, a realizar na Ericeira, nos dias 20 e 21 de Novembro de 2015, organizado pela APDASC. Desde 1993 que exerce funções na Câmara Municipal de Mafra, sendo responsável pela conceção e realização de atividades de animação sociocultural nas áreas da Cultura, Educação e Juventude; Possui várias formações na área da Animação à Leitura e Bibliotecas; Desde 2010 que é membro associativo e dirigente da APDASC; Membro fundador da Comitiva de Defesa do Estatuto do Animador Sociocultural representando a APDASC.



Jean Claude Gillet  - Professor honorário em Ciências da Educação.Exerceu sempre a actividade docente na Universidade de Bordeaux. Presidente Honorário da Rede Internacional de Animação (RIA) que fundou em 2003. Professor visitante em diversas universidades: Suíça, Espanha, Portugal, Líbano, América do Norte e América do Sul. Director da coleção "O território e seus atores" Presses Universitaires de Bordeaux. Diretor da edição "Animação e territórios" coleção por Edições L'Harmattan (Paris). Publicou  diversos livros e artigos sobre educação popular, animação profissional e, mais recentemente, sobre a política contemporânea francesa.



Jenny  Sousa Doutoramento em Estudos Culturais das Universidades do Minho e de Aveiro, mestrado em Arte e Educação na Universidade Aberta e licenciatura em Animação Socioeducativa pelo Instituto Politécnico de Coimbra. Atualmente, desempenha funções como docente na Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, onde é membro da comissão científica da licenciatura em Animação Cultural e do mestrado em Intervenção e Animação Artísticas. É membro da IRENNE – Associação de Investigação, Prevenção e Combate à Violência e Exclusão –, do NIDE – Núcleo de Investigação e Desenvolvimento em Educação do Instituto Politécnico de Leiria –, do GIECL – Grupo de Investigação e Estudos Científicos do Luto, da Sociedade Portuguesa de Estudo e Intervenção no Luto – do CECS – Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho –, e da RIA – Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural.



Joana Campos  - Docente na Escola Superior de Educação de Lisboa (ESELx), desde 2009, com funções na coordenação de curso da Licenciatura em Animação Sociocultural e no Mestrado em Educação Social e Intervenção Comunitária, anteriormente na ESE de Santarém e ESE de Setúbal. No âmbito das atividades de docência e de investigação distinguem-se os trabalhos em torno das profissões, da violência na escola e a intervenção socioeducativa. Licenciada em Sociologia (FCSH-UNL), Mestre em Ciências da Educação (IE-UCP), atualmente doutoranda em Sociologia (ISCTE), com preparação de tese no âmbito do tema do conhecimento profissional e profissionalização. Investigadora do CIES-ISCTE (desde 1997) e membro permanente do Observatório da Segurança Escolar (desde 2005).  Destacam-se algumas experiências desenvolvidas no âmbito de diversas instituições e entidades financiadoras: Projecto de investigação e intervenção, Estratégias de intervenção socioeducativa em contextos sociais complexos, OSE/CIES-ISCTE-IUL, POAT-FSE (2011/13);  Programa de Formação do Ciência Viva – Pavilhão do Conhecimento (2007/09); Projecto Conquistar a escola – estudo de um território educativo, PEPT 2000/CIES-ISCTE (1998/2000); Projecto de Intervenção Comunitária na Zona N1 de Chelas, com a SCML (1998); Programação da Animação Sociocultural no Clube Residencial de S. Miguel (1998); Projecto Relação Escola-Família-Comunidade DAPP/Ministério da Educação, grupo de Setúbal (1997/2000).



José António Caride Gomes – Professor Catedrático de Pedagogia Social, Director do Grupo de Investigação SEPA-interea, Coordenador IP da Rede de Grupos de Investigação RINEF-CISOC, Director do Departamento de Teoria da Educação/ História da Educação e Pedagogia Social da Faculdade de Ciências da Educação  da Universidade de Santiago de Compostela. Autor de mais de 400 publicações em livros, monografias e revistas especializadas, em diferentes idiomas e países. Dirigiu mais de 40 teses doutorais e apresentou numerosas comunicações em congressos e reuniões científicas de âmbito regional, nacional e internacional. Faz parte de diferentes Conselhos Científicos e Editoriais de Revistas especializadas em Ciências Sociais e de Educação, em Espanha e noutros países, assim como de diversos Comissões de Avaliação, de carácter nacional e internacional. Professor Visitante de várias Universidades europeias, latino americanas e africanas. Em Novembro de 2004, no Chile, foi-lhe concedida a “Ordem de Mérito Institucional” do Conselho Mundial da Educação- World Council For Curriculum and Instruction.



José Maria Lopes Costa Conde - Animador Sociocultural. Curso de Especialização de Mestrado em Sociologia – variante Recursos Humanos e Desenvolvimento Sustentável - Universidade de Évora; Curso de Estudos Superiores Especializados em Gestão das Artes na Cultura e na Educação opção: Organização e Gestão Sociocultural das Artes e do Desenvolvimento Cultural - Escola Superior de Educação Jean Piaget (Almada); Curso Superior de Animadores Socioculturais da Escola Superior de Educação Jean Piaget (Almada) Chefe da Divisão de Juventude e Desporto da Câmara Municipal de Évora. Docente convidado do Seminário Gestão Autárquica do Desporto no âmbito do Curso de Mestrado em Gestão do Desporto da Universidade de Évora. Desenvolve trabalho na área da Animação Sociocultural desde 1978. Iniciou a sua actividade profissional no então Fundo de Apoio aos Organismos Juvenis (FAOJ); Casa da Cultura da Juventude de Évora. Participou em diversos projectos de dinamização do associativismo comunitário, programa de luta contra a pobreza, Animação sociocultural de iniciativa municipal na C. M Évora entre outros. Foi docente na Escola Superior de Educação de Beja, e no ESE Jean Piaget em Almada nos cursos de Animação Sociocultural. Tem feito investigação na área do Jogo Tradicional da qual tem algum trabalho publicado.
José Dantas Lima Pereira – Licenciado em Design e Produção Teatral pela Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo / Instituto Politécnico do Porto. Foi Chefe de Divisão de Educação e Cultura e Director do Teatro Diogo Bernardes no Município de Ponte de Lima. Animador Cultural desde1976, nos organismos: FAOJ, I.J, IPJ e INATEL. Actor e Encenador. Formador Especializado em Formação de Animadores Juvenis, Formador na área do Teatro, Formador em actividades de ar livre. Organizador de Programas Internacionais no âmbito do Programa Juventude para a Europa e Voluntariado Internacional. Professor de Animação Sociocultural. Membro Fundador das Associações: TRAPO, Centro Cultural Regional do Alto Minho, Grupo de Teatro Unhas do Diabo, Companhia profissional Teatro do Noroeste de Viana do Castelo, Associação Intervenção, Associação Nacional de Animadores Socioculturais (ANASC) e Associação A PONTE Membro da Comissão Executiva e Organizadora de vários Congressos. Diretor de Marketing e Comunicação no Canal altominhotv, desde 2014 Fundador do projecto RIPECA – Artes e Comunicação



Juliana Pedrische Rodrigues  -  Doutora em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Fez mestrado na Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, na área de concentração Estudos do Lazer e graduação em Educação Física. Atualmente é professora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo - EACH/USP, pesquisadora do Grupo Interdisciplinar de Estudos do Lazer, o GIEL - EACH/USP e presidente do Núcleo Brasil da Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural - RIA. Áreas de interesse: Educação formal; Educação não formal; Animação sociocultural, Lazer e Turismo.



Lígia Cristina S. Gouveia Silva - Mestranda do Curso de Mediação Intercultural , com Pós-Graduação em Mediação de Conflitos em Contexto escolar, realizou no âmbito da licenciatura em Animação Sociocultural, entre outros, um estudo sobre a influência do nível de escolaridade na escolha de atividades de lazer e um estudo sobre o percurso da Animação Sociocultural na Escola Superior de Educação Jean Piaget com o objetivo de difundir os contextos e práticas da Animação Sociocultural através de metodologias de ação cultural, social e educativa e estimular a criação de redes de colaboração interdisciplinar. Com alguma experiência na área de intervenção com a  terceira idade e organização de eventos culturais, desenvolveu entre 1992 e 2014 a sua atividade em contexto escolar. Os seus interesses profissionais prendem-se com a área educativa e cultural.



Manuel Francisco Vieites García - Doutorado em Filosofia e Educação na Universidade de Santiago de Compostela. Professor e diretor da Escola de Arte Dramática na Galiza, onde leciona teatro e Iniciação à Investigação Educacional cénica. professor associado da Universidade de Vigo na área de Teoria e História da professora de Educação.



Marcelino de Sousa Lopes - Doutorado em Ciências da Educação pela Universidade Pontifícia de Salamanca. Animador Sociocultural de 1979 a 1998 nos organismos Fundo de Apoio aos Organismos Juvenis, Instituto da Juventude e Instituto Português da Juventude. Professor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Departamento de Educação e Psicologia. De 2007 a 2009 foi Coordenador da Licenciatura de Recreação, Lazer e Turismo da UTAD. De Junho 2009   a Maio de 2013 foi Diretor do Mestrado em Ciências da Educação – Especialização em Animação Sociocultural e Director da Licenciatura em Animação Sociocultural da UTAD. Membro do Conselho Pedagógico da Escola de Ciências Humanas e Sociais da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro de Junho de 2009 a Maio de 2013. Orientador de vários trabalhos de natureza académica nomeadamente Mestrados e Doutoramentos nos domínios das Ciências Sociais e Humanas. Integra diversos Júris de provas públicas de Doutoramento, Mestrado, Concursos públicos, etc. Foi fundador e membro dos órgãos sociais das seguintes Associações:   Grupo de Teatro Ensaio Transmontano (1974); Grupo de Teatro Plebe Transmontana (1976); Grupo de Teatro da Casa de Cultura da Juventude (1979); Centro Cultural Regional de Vila Real (1980); Filandorra Teatro do Nordeste (1986); Trupe da Vila (1990); Associação Nacional de Animadores Socioculturais - ANASC (1996), Associação Portuguesa de Animação e Pedagogia (APAP), Intervenção – Associação para a Promoção e Divulgação Cultural (2007), Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural – RIA (2007). Proferiu várias comunicações em congressos e Jornadas, nacionais e internacionais. Integrou a Comissão de Avaliação Externa da A3ES (2012/2013) - Avaliação e Acreditação do Ensino Superior, para a área da Animação Sociocultural. É autor e coordenador de 16 livros e mais de meia centena de artigos nas áreas da animação sociocultural, turismo, desenvolvimento e educação comunitária, teatro, pedagogia, ócio e animação de idosos.   



Marco Marchioni – Nasceu em Itália. Trabalhador e Investigador Social. Estudou Trabalho Social e Ciências Politicas em Roma. Especialista das Nações Unidas em desenvolvimento comunitário e Animação Sociocultural. Inicia a sua intervenção profissional por terras de Espanha em 1965 como responsável do primeiro projeto de desenvolvimento comunitário em zonas rurais: projeto Vélez - Málaga (1965-1967). A partir desta data exerce funções docentes nas Universidades: Málaga, Roma, Génova, Barcelona, Santiago a partir de projetos de cooperação internacional. É dirigente sindical com responsabilidade no campo da formação e das relações internacionais e com publicações e estudos nos âmbitos da informação e participação. A partir de 1985 vive e trabalha em Espanha e dedica-se ao assessoramento e seguimento de planos e processos comunitários em: Galiza, Andaluzia, Catalunha, Canárias, País Vasco, Valência, Madrid, Estremadura, Navarra...É autor de inúmeras publicações e artigos científicos nas áreas da Animação Sociocultural, Desenvolvimento, Participação  e Educação Comunitária.



Maria José Aguilar Idañes – É Licenciada e Doutorada em Sociologia e Ciência Política, com especializações em "Estudos Iberoamericanos "e" bem-estar social e desenvolvimento ", assistente social e animadora sociocultural. Atualmente é Professora Catedrática  de Trabalho Social e Serviços Sociais da Universidade de Castilla-LaMancha. Como docente e investigadora possui uma extensa e diversificada intervenção em mais de quinze países iberoamericanos e europeus, entre os quais incluem o seu trabalho no campo da intervenção. É consultora Internacional  e avaliadora em várias agências ligadas à investigação e à realização de projectos na área das ciências sociais e humanas. Autora de várias obras (mais de 20 livros e inúmeros artigos em revistas de referência. É directora do Mestrado em Imigração e Multiculturalismo e directora do centro de investigação “grupo de pesquisa interdisciplinar sobre migração, interculturalidade e cidadania (UCLM).



Maria Victoria Pérez de Guzmán Puya -  Doutorada em Pedagogia. Professora Titular de Pedagogia Social no  Departamento de Educação  e Psicologia Social na  Universidade  Pablo de Olavide. As sua linhas de investigação são Pedagogia Social e  Educação Social, e as suas áreas de interesse centram-se em: resolução de conflitos, animação sociocultural, desenvolvimento comunitário, valores, educação, educação de adultos, gerontologia educativa. É  membro da Rede Iberoamericana de Pedagogia Social e da Sociedade Iberoamericana de Pedagogia Social. É autora de diversos artigos e vários livros  nas áreas da Pedagogia Social, Ócio e Tempo Livre, Educação na Terceira Idade, Animação Sociocultural, Animadores Socioculturais, Desenvolvimento Comunitário e  Metodologias de Investigação



Marisa Filipa Ramos Teixeira - Licenciada em Teatro e Educação com estágio pedagógico e artístico, pela Escola Superior de Educação de Coimbra. Realizou uma especialização em Animação Teatral, na Universidade do Minho e, encontra-se atualmente a frequentar o doutoramento em Ciências da Educação na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Docente no Instituto Politécnico da Guarda, leciona nos cursos de Educação Básica, as unidades curriculares (UCs) Expressão e Educação Dramática e Didática das Expressões e, no curso de Animação Sociocultural, as UCs Atelier de Expressão Dramática, Artes do Palco e Artes Performativas. Orienta também estágios no âmbito da Animação Sociocultural. Trabalhou enquanto atriz profissional nas companhias “Bruxa Teatro” em Évora e, no “Teatro das Beiras” em Covilhã. Nesta última participou na conceção e prática dos projetos “Férias no Teatro” e “SegurArte”. No Teatro Municipal da Guarda, tem colaborado enquanto atriz em espetáculos comunitários e recitais de poesia, orientou uma oficina de Expressão Dramática/Teatro para jovens, com a realização de um espetáculo final, escrito e encenado pela própria. Ainda no âmbito teatral tem frequentado diversas formações de curta duração com especialistas nacionais e internacionais.



Marta Maciel  - Licenciada  em Animação Sociocultural, com uma especialização em Educação Infantil e Básica Inicial – Expressões Artísticas Integradas. Pós-graduação em Gestão Cultural e o MBA Executivo em Gestão Autárquica, com especialização em Empreendorismo e Comunicação. Possui o Diploma de Estudos Avançados em “Educação e Desenvolvimento Humano. Perspectivas teóricas, históricas e sociais”, pela Universidade de Santiago de Compostela, Espanha. Actualmente é doutoranda em “Educação e Desenvolvimento Humano. Perspectivas teóricas, históricas e sociais”, na mesma Universidade. Fez formação em várias áreas complementares à área da Educação e Desenvolvimento Humano nomeadamente na área das  Artes Expressivas, em contexto educativo, comunitário e terapêutico: “Training Program of Movement Based Expressive arts Education & Therapy L1”, no Tamalpa Institute – Center for Movement Based Expressive Arts Education and Therapy, na Califórnia, fundado por Anna Halprin e Daria Halprin e Formação em Arte-Terapia pela Sociedade Portuguesa de Arte-Terapia.



Paula Caroline Souza  -  Bacharel em Lazer e Turismo pela Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH/USP) com enfoque em Gestão de Projetos Sociais. É técnica em Turismo pela Escola Técnica Estadual de São Paulo (ETESP) e sócio fundadora da organização não governamental Passatempo Educativo de educação não formal. Possui pesquisa e experiência em Animação em cruzeiros marítimos e na gestão pública intermunicipal em Planejamento Turístico. Atualmente, é Pesquisadora na Ação Comunitária do Brasil do Centro de Desenvolvimento Comunitário.  É membro do Núcleo Brasil da Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural - RIA e do Grupo de Estudos em Educação Não Formal do Centro de Pesquisa e Formação do SESC-SP. Linhas de pesquisa: Animação sociocultural, Desenvolvimento Comunitário (ABCD–Asset Based Community Development), Educação não formal, Educação social, Lazer e Cultura.



Pilar Rodrigo Doutorada  em Educação pela Universidade Autónoma de Madrid (UAM). Docente em  centros de educação infantil, áreas de juventude, organizações e integração social das pessoas e organizações de pessoas com deficiência intelectual. Atualmente é professor na Faculdade de Formação de Professores e Educação da UAM, avaliador do Conselho de Peritos da Previdência Social Pedagogia Jornal da Universidade Pablo de Olavide (Sevilha),  pertence ao Conselho Editorial do Jornal de Tendências Educacionais Teoria e Ensino do Departamento de Educação da UAM. As suas áreas de interesse são: lazer como factor de desenvolvimento humano, políticas de juventude a nível supranacional, a inclusão social e laboral das pessoas com deficiência, e abordar a inovação e organizações educativas na sociedade do conhecimento. Pertence ao grupo de investigação e pesquisa "inclusão social e laboral de pessoas com deficiência intelectual", reconhecido pela Universidade Autónoma de Madrid, onde é a coordenação técnica e coordenação da investigação e Lazer Lazer Gestão.



Ricardo Pocinho - Doutorado em Psicogerontologia na Universidade de Valencia e em Pedagogia pela Universidade de Salamanca, Pós Doutoramento em Ciências da Educação, Especialidade de Educação Permanente e Formação de Adultos pela Universidade de Coimbra, Investigador do INTERTECH - Interdisciplinary Modelling Group, Universidade Politécnica de Valencia e Colaborador do LIPIS - Laboratório Interdisciplinar de Pesquisa e Intervenção Social -Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Brasil. Coordenador da Pós Graduação em Gestão do Envelhecimento e Administração Social no Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação Nacional de Gerontologia Social. Escreve, investiga e coordena projetos sobre educação, sociedade e envelhecimento. É atualmente Secretário da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, onde coordena a Pós Graduação em Envelhecimento Ativo e Saudável.



Ricardo Vieira - Mestre em Antropologia Social e Sociologia da Cultura pela FCSH-UNL, Doutor em Antropologia Social, Pós-Doutor em Serviço Social e Agregado em Antropologia da Educação pelo ISCTE. No ano de 2000, foi galardoado com o Prémio Rui Grácio, prémio nacional para o melhor trabalho de investigação em Educação realizado em Portugal, SPCE (Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação). É, atualmente, Professor Coordenador Principal (Full Professor) da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria, Professor Decano do Instituto Politécnico de Leiria e Investigador Integrado do CICS.NOVA, polo do IPLeiria. Trabalhou em Portugal com Raul Iturra, Professor Catedrático do ISCTE-IUL, e em França com Pierre Bourdieu, François Bonvin, Monique Saint Martin e Marie Elisabeth Handman da EHESS e do Collège de France. As suas áreas de investigação preferenciais, onde tem publicado vários livros e artigos científicos são: Histórias de Vida e Identidades; Metamorfoses da Identidade; Antropologia da Educação; Educação e Diversidade Cultural; Família, Escola e Educação; Identidades nos Idosos; Pedagogia Social, Mediação Intercultural, Animação Sociocultural e Identidades Pessoais e Profissionais.



Rosário Santana - Estudou Composição Musical na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto. Em 1998 obteve o grau de Docteur na Universidade de Paris-Sorbonne (Paris IV) defendendo a dissertação intitulada - “Elliott Carter: le rapport avec la musique européenne dans les domaines du rythme et du temps”. Desde 1999, desempenha as funções de Professora Coordenadora na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico da Guarda, leccionando diversas disciplinas nos cursos de Formação Inicial e Complementos de Formação. Pertence à Unidade de Investigação da referida instituição- Unidade de investigação para o desenvolvimento do interior- , sendo co-autora do livro, (semi)- BREVES. Notas sobre música do século XX, publicado pela Universidade de Aveiro. A sua investigação traduz-se ainda na publicação de diversos artigos sobre música contemporânea, análise musical, e sobre as artes na educação.


Rui Miguel Diniz Marques da Fonte – Doutorado em Ciências de Educação pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD); licenciado em Animação Socioeducativa pela Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Coimbra, pós-graduado em Ciências Documentais pelo Instituto Superior de Línguas e Administração de Santarém e mestre em Ciências da Educação - Especialização em Animação Sociocultural na UTAD - Pólo de Chaves. Fundou, em Março de 2009, a Associação Regional de Animadores Socioculturais de Tondela, pela qual editou o primeiro de dez “Cadernos de Animação”, em Janeiro de 2011. Coordenou os livros “Animador Sociocultural” e “Técnicas de Animação de Grupos”, ambos editados pela Escola Profissional de Tondela. É também autor de diversos artigos sobre Animação Sociocultural. Em 2012 lançou o livro “A formação de animadores socioculturais”, que tem como base a tese de dissertação para obtenção do grau de mestre em Ciências da Educação.


Sandra Cordeiro - Licenciada em Animação Educativa e Sociocultural  pela Escola Superior de Educação de Portalegre. Em termos de formação profissional realiza cursos nas áreas da Gestão e Produção das Artes do Espectáculo do Teatro, do Movimento e Dança, da Fotografia. Assume ainda como área de interesse o desenvolvimento local, pelo que faz, entre outras, formação nos domínios do Desenvolvimento Sustentável e da Agricultura Biológica. Adquire ainda habilitação para ser formadora através de um curso de Formação Pedagógica de Formadores. No que diz respeito ao exercício profissional, integra desde 1998  integra a equipa técnica da Câmara Municipal de Palmela e, em 2008 torna-se assistente convidada do Curso de Animação e Intervenção Sociocultural, da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal.  Em termos associativos, para além da participação e direcção regional da AEP – Associação Escoteiros de Portugal, é membro fundadora da Pr'Animação – Associação de Animação Cultural, tendo ainda feito parte da comissão instaladora da “Associação Mudar, Agir, Resolver, Intervir em Setúbal - M.A.R.I.S.”, da Direcção da Associação Nacional de Animadores Socioculturais – ANASC. Participa também na direcção da FIAR – Associação Cultural.



Sara de Miguel Badesa – Doutorada em Filosofia e Ciências da Educação. Integra o Departamento de Ensino e Teoria da Educação da Universidade Autónoma de Madrid. Especialista em questões relacionadas com a Formação de Professores, formação para a diversidade, Educação Social, Animação Sociocultural e Animação de Idosos. Docente visitante de várias universidades Espanholas, América Latina, EUA e Ásia. Prémio Extraordinário de Doutorado da Universidade Nacional de Educação a Distância (1996). Primeiro prémio de Pesquisa Social. Caja Madrid (2003); Primeiro prémio de materiais de ensino UNED (2006); Projeto ABC Solidário primeiro prémio de investigação (2007). Orientou e orienta várias teses de doutoramento e integrou cerca de meia centena de júris de doutoramento sobre temas relacionados à formação de professores,  atenção para a diversidade, Educação Social e Animação Sociocultural. Investigadora com  25 anos de trabalho com o grupo de pesquisa da UNED, "intervenção educativa" do Departamento de Teoria da Educação e Pedagogia Social. Autora de várias publicações e livros sobre a formação de professores,  atenção para a diversidade e questões educacionais e sócio-culturais. Autora de vários livros e  artigos relacionados aos  seus temas de investigação e de ensino, publicados em livros, revistas, e várias conferências e palestras em congressos e  no espaço Web. 



Tânia Monteiro Moreira  Rodrigues, Licenciada em Serviço Social pela Universidade Fernando Pessoa, Mestre em Ciências da Educação – Especialização em Animação Sociocultural pela Universidade de Trás - os-Montes e Alto Douro e doutoranda em Ciências da Educação na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Desde 2008 que trabalha na Junta de Freguesia de Ramalde, estando integrada no Gabinete Sociocultural onde é responsável pela dinamização e organização de atividades dirigidas aos seniores da Freguesia. Faz parte dos órgãos sociais da Intervenção – Associação para a Divulgação e Promoção Cultural e colaborou na organização dos Congressos, “O Estado do teatro em Portugal”, “Fronteiras da Animação Sociocultural”, “Teatro e Intervenção Social” e “Congresso Internacional de Animação Sociocultural, Intervenção e Educação Comunitária: Democracia, Cidadania e Participação.”



Toni Puig Picart - Coordenador da Rede de Centros cívicos da cidade de Barcelona. Professor de marketing do Instituto de Governança e Gestão Pública. Consultor para a inovação no sector público e voluntário. Conferencista convidado por instituições do país, europa e da América Latina. Autor de livros sobre comunicação, cultura, marketing, associativismo, animação sociocultural, gestão…



Victor Ventosa - Fundador e presidente da Rede Iberoamericana de  Animação Sóciocultural  (RIA). Responsável pelos Centros de Rede de Participação Cidadã de Salamanca. Chefe da Seção da Juventude da Cidade de Salamanca. Professor visitante em diversas universidades europeias e americanas. Consultor internacional e colaborador especialista INCUAL (Ministério de Educação, Cultura e Desportos  de  Espanha) .Director da série de livros "Rede Iberoamericana de Animação Sociocultural" na CCS Editorial.  Publicou 38 livros de educação, Animação sociocultural, teatro,   música… e inúmeros artigos em revistas profissionais. Proferiu mais de 300 conferências, seminários e outros  em eventos académicos nacionais e internacionais.